Faça intercâmbio mesmo após os 30 anos

13/01/16 10:36
 
Imprimir esta pagina
Texto 
Faça intercâmbio mesmo após os 30 anos

Não há dúvidas de que ser fluente em uma segunda língua cada vez mais deixa de ser um diferencial e passa a ser uma exigência para avançar no mercado de trabalho. Esse cenário, diferente de cerca de dez anos atrás, gera motivação e faz com que muitas pessoas busquem oportunidade de ir estudar no exterior, mesmo que já estejam atuando profissionalmente, contrariando a ideia de que o intercâmbio é apenas para adolescentes. 

Fato é que, com o intercâmbio cada vez mais comum entre os jovens brasileiros, a geração anterior sente que está ficando para trás em termos de conhecimento e vivência. Não foi diferente com o chefe de produção Gian Petrucci que, aos 30 anos, sentiu necessidade de ir para os EUA aprimorar seu estudo e desenvolver melhor o idioma. 

No entanto, é preciso se preparar adequadamente e ter expectativas coerentes para não se decepcionar com a experiência. Em conversa com o Ticket e Gestão, Gian afirmou que já sabia que o ritmo de aprendizado depois da casa dos 20 anos é mais difícil. “Hoje percebo que o ideal era ter ido mais jovem e ter ficado mais tempo”, afirma. O brasileiro passou apenas na América do Norte já que precisou encaixar a viagem nas suas férias trabalhistas. 

Outra dificuldade encontrada por Petrucci foi em relação ao “listening”. Segundo ele, entender um nativo falando não é tão fácil quanto se imagina ao cursar inglês no Brasil. 

No entanto, o profissional cita benefícios. A experiência de viver em outro país, em uma casa de família americana foi enriquecedora. Além disso, pode conhecer pessoas de diferentes países, tanto na casa que morou, quanto na escola que estudou. O que permite praticar a língua, via internet, mesmo já estando de volta em casa. “E o interessante foi encontrar outras pessoas da minha idade, o que fez com que nos entrosássemos com mais facilidade. Havia um receio de só estudar com adolescentes, que não se concretizou”, finalizou. 

Para aproveitar o intercâmbio 

Vai estudar fora por um período? Anote algumas dicas para aproveitar bem esse período:

Não tenha medo de falar 

Mesmo sem conhecer bem a língua, não tenha vergonha de tentar se fazer entender. Lembre-se: quanto mais você treinar, mais fluência irá adquirir. 

Aproveite tudo a escola oferece 

Não se limite a usufruir apenas o curso que você contratou. Converse com os funcionários, visite a biblioteca, veja se há atividades extracurriculares que possam ser realizadas por você. 

Organize seu tempo 

Um intercâmbio vai além das aulas de línguas. Se organize e tenha tempo para conhecer a cidade, a cultura, a comida, os lugares mais interessantes. Tente se virar em situações rotineiras, como pedir comida ou perguntar o preço de algo. A vivência também traz grande aprendizado. 

Faça amigos na escola 

O relacionamento durante o curso e depois dele só trará benefícios.
 
Mantenha a mente aberta 

Vá aberto a novas experiências. Desapegue-se dos costumes e rotina do Brasil para conseguir mergulhar por completo na nova cultura. Culinária, roupas, hábitos, todas essas diferenças vão contar como aprendizado



Envie seu comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Ticket e Gestão. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.




Contador de páginas