Calendário corporativo: como não perder com os feriados

11/02/14 08:59
 
Imprimir esta pagina
Texto 
Calendário corporativo: como não perder com os feriados

Enquanto os funcionários comemoram um ano cheio de feriados, os empresários se preocupam com o faturamento da companhia, que diminui durante os dias de folgas. Em ano de Copa, a preocupação é ainda maior. Afinal, durante o evento esportivo, milhões de pessoas cruzarão os braços para ver os jogo. Assim, o mês de junho parece estar fora do calendário de negócios de muitos setores da economia.
O problema dos dias de folga é tamanho que tramita na Câmara dos Deputados um projeto de lei que estipula a mudança de feriados que caiam às terças e quintas para as segundas e sextas.
Dessa forma, não surpreende que os empresários busquem formas de reduzir a perda da produtividade durante o ano. O aumento da carga parece ser a solução. Enquanto alguns determinam que haja expediente em emendas de feriados, outros ampliam a carga horária diária, pedindo que os funcionários trabalhem cerca de uma ou duas horas a mais por dia para compensar os dias de folga.
No entanto, obrigar o quadro de funcionários a dar expediente em emendas pode gerar problemas motivacionais. Afinal, os funcionários esperam esses dias para descansar e viajar.
Para o consultor da Franquality, Almiro dos Reis Neto, a solução está no planejamento. “O chefe precisa programar previamente, de preferência no início do ano, quais dias serão trabalhados. O pior é não esclarecer isso até o último momento e deixar os funcionários sem saber se podem ou não programar uma viagem com a família. Isso é tão ruim quanto não ter o feriado.”
O diretor da Thiene 2080 Marketing Comercial, Edison Talarico, defende um meio termo. Para ele o ideal é que os funcionários tenham sim alguns feriados para descansar. “Como vendedor, sou otimista e acredito que o ano de 2014 será positivo. Alguns setores até ficam mais aquecidos com a Copa do Mundo. Minha sugestão é dimensionar a meta em 44 e não mais em 52 semanas do ano. O caminho está em fazer mais com menos”, orienta.



Envie seu comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Ticket e Gestão. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.




Contador de páginas