Cinco dicas essenciais para franquias

17/02/15 08:30
 
Imprimir esta pagina
Texto 
Cinco dicas essenciais para franquias

Se 2014 foi um ano marcado por muitas dúvidas e incertezas que se agravaram com grandes eventos como a Copa do Mundo e as eleições presidenciais, 2015 também não parece tão animador assim para muitos especialistas. Mas nem por isso os empreendedores devem desanimar, especialmente quando o assunto é franquia.

De acordo com o especialista em marketing e CEO do Grupo MD, Denis Santini, apesar da incerteza econômica, este é o momento em que os empreendedores devem saber investir seus esforços e fazer com que o negócio de franquia prospere. Na opinião do profissional, momentos de crise são os melhores para que empreendedores, especialmente franqueados e franqueadores, se reinventem e fortaleçam o negócio.

Santini comenta que escolher um negócio de franquia depende do perfil de cada pessoa. Alguns negócios requerem perfis de quem gosta de acordar cedo, outros precisam dos que gostam de trabalhar a noite, alguns trabalhos são mais intelectuais e outros manuais. “Acho que primeiro de tudo o profissional tem que conhecer o seu perfil empreendedor e entender o quanto ele está disposto a trabalhar com uma franquia deste tipo”, comenta.

Definindo o caminho que quer seguir, surge o momento de buscar cursos e investir em capacitações contínuas. “Um dos maiores erros de empreendedores franqueados é que muitos acham que após abrir a franquia não é mais preciso estudar. A verdade é que a busca por cursos e novos conhecimentos não devem parar nunca, até porque o mercado não para”, destaca.

É partir deste pensamento que muitos empreendedores cometem erros fatais para o negócio. O fato de não ter um chefe faz com que o trabalho e o esforço sejam redobrados, especialmente no cenário socioeconômico em que o país se encontra.
“Um empreendedor fica responsável pelas atribuições, atribuições, capacitações, enfim, pelo negócio como um todo. O que é importante destacar é que esse perfil acertado, especialmente em um cenário de insegurança econômica, pode ser positivo para o crescimento das franquias. Dá trabalho, mas acho importante que os profissionais não desanimem e tenham consciência de que o sucesso depende de muito esforço”, complementa.

Pensando nisso, Santini selecionou cinco dicas para que 2015 seja o ano certeiro para o crescimento de diversos negócios. Confira:

1. Cuide do seu consultor de campo
Sim, ele hoje é uma das figuras mais importantes de um rede de franquia. Quanto mais capacitado e quanto mais capacidade ele tem de ajudar, de realmente prestar uma assessoria ao seu franqueado, menor será o ruído entre o franqueador e o franqueado.

2. Treine, treine, treine
Não apenas o franqueado, quando ele entra na rede e faz o treinamento inicial com a equipe, mas mantenha um programa de treinamento continuo, para que o próprio franqueado possa se reciclar manter sua equipe afiada. Hoje, com a tecnologia, estes programas de treinamento podem até, com certa facilidade, ser feitos de forma on line, via internet, mas é importante manter um calendário de cursos presenciais também.

3. Tecnologia/extranet
Hoje é quase impossível pensar em uma rede de franquia sem o suporte da tecnologia e, com uma ferramenta de extranet na franqueadora, em que os franqueados possam acessar informações sobre a franquia, seus produtos, dicas de gestão, novos produtos e serviços, troca de experiência entre outros franqueados, material de comunicação, canal com a equipe da franqueadora, e muito mais, a tecnologia, entre outras coisas, servira também para facilitar esta comunicação entre franqueadores e franqueados.

4. Esteja Atualizado SEMPRE e conte isso para a sua rede
Os seus franqueados esperam que você, franqueador, esteja à frente do mercado, ou seja, ele espera que estude a concorrência, tendências e se antecipe, que você esteja antenado ao que acontece ao seu redor e que possa prover para a sua rede de franquias este conhecimento. É bem provável que você já faça isso, mas será que comunica isso de forma clara para a sua rede de franquias? Será que seus franqueados têm esta percepção da sua marca/gestão?

5. Ouça seus franqueados, todos eles
Eles têm muita coisa boa para te contar sobre os consumidores, gestão de loja, o dia-a-dia da unidade, etc. Facilite esta comunicação, seja através da extranet, dos consultores de campo, com comitês e conselho, e até mesmo na sua convenção anual. Tenha espaço para os franqueados compartilharem as boas práticas com a rede.



Envie seu comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Ticket e Gestão. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.




Contador de páginas