Média gerência: dificuldades de estar posicionado no meio da hierarquia

12/01/16 08:22
 
Imprimir esta pagina
Texto 
Média gerência: dificuldades de estar posicionado no meio da hierarquia

A hierarquia está presente em todo o tipo de empresa. No topo estão os donos, presidentes e sócios da empresa e, na base da pirâmide, estão os funcionários com menores responsabilidades. 

Um ponto de equilíbrio está no meio, a média gerência. Neste cargo se encontram gerentes, líderes e encarregados. Ou seja, funcionários que também são cobrados por produção e resultados, mas que também são os responsáveis por fazerem as mesmas cobranças para outros funcionários. 

Em conversa com o Portal Ticket e Gestão, Arnaldo Auad, fundador da Direção e Sentido Coaching e Treinamentos faz um parâmetro das dificuldades e oportunidades que a média gerência proporciona 

Como associar seus deveres a serem cobrados e cobrar deveres dos outros? 

Penso que existem dois termos chave aqui: responsabilidade e comprometimento. Todos temos as nossas e devemos trabalhar de acordo com elas. Perceba que na sua equipe existem pessoas que você se sente mais à vontade para cobrar e isso se deve ao fato que algumas estarem mais comprometidas e serem mais responsáveis que outras e, certamente sua capacidade de cobrar, tende a ser direcionada justamente para esses. Então para criar uma sintonia entre o que você tem que cobrar e o que cobram de você, avalie sua responsabilidade e comprometimento a partir de uma percepção pessoal e criteriosa. Assim você ficará mais a vontade de buscar o mesmo dos outros. 

Como lidar com os erros que afetam da base ao topo? 

O ponto principal aqui é que existindo o erro, aquele que o identificou primeiro deve avaliar que o erro está acontecendo (ou está em vias de acontecer) e seus impactos, buscar alternativas de solução ou de contorno e comunicar as pessoas que podem influenciar na decisão de mudar o curso das coisas, afinal a pessoa mais influente não é necessariamente a que tem mais poder dentro da empresa. Não seja aquele que espera as coisas darem errado e também não seja aquele que vai apenas alertar que algo de errado está acontecendo ou vai acontecer. Em resumo, se posicione, avalie alternativas e busque mudar o curso da história.

Qual o melhor jeito para lidar com ordens de cima para baixo? Como passar para sua equipe? 

Todas as mensagens, sejam ordens complexas ou simples comunicados devem estar adequados a audiência. Sendo assim, penso que mesmo que em alguns casos as ordens não sejam claras ou não estejam sendo comunicadas da forma que você gostaria, ainda assim cabe a você dar o formato que fará com que sua equipe entenda e se comprometa com o desempenho. Minha sugestão é que você não deve ser apenas aquele que retransmite a mensagem. Absorva, entenda e adapte à sua audiência, ou seja, sua equipe. 

Quando você está sendo cobrado de forma intensa, como lidar de forma que não interfira nos seus comandados? 

Pode parecer duro, mas, se você está numa posição de liderança, parte do seu trabalho é receber cobranças por resultados que a empresa precisa e, em tempos de crise, as cobranças se intensificam, o que é natural e exige muito da sua inteligência emocional. Tendemos a acreditar que as cobranças são pessoais e na maior parte do tempo não são, isso requer maturidade tanto de quem exige quanto de você. Perceba que se o seu desempenho for no mínimo o que a empresa espera é possível que a cobrança não seja tão intensa. Resultado é o que conta ao final das contas.



Envie seu comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Ticket e Gestão. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.




Contador de páginas