Longe e produtivo: ferramentas para gestão à distância

11/02/16 10:48
 
Imprimir esta pagina
Texto 
Longe e produtivo: ferramentas para gestão à distância

A versatilidade de horários e rotinas de trabalho são hábitos já bastante aderidos por empresas que adotam modelos de gestão modernos, os quais contribuem para a produtividade dos trabalhadores.

Para as companhias, o trabalho à distância é um dos fatores que são capazes de gerar economia, além de funcionários mais satisfeitos e menos estressados. Isso por que reduz a necessidade de locomoção das pessoas, sem os riscos dos grandes centros e sem custos extras com alimentação, por exemplo. Já para a empresa, isso aumenta drasticamente a opção de profissionais, que podem estar até em outros estados, e ainda reduz a necessidade de espaço no escritório.

Embora existam muitas vantagens no home office para empregados e empregadores, ainda há dúvidas em como trabalhar a gestão das pessoas que estão longe da empresa. De acordo com Marcelo Vianna, Diretor de Pessoas e Processos e co-fundador da consultoria de TI Conquest One, a empresa deve possuir uma política para o trabalho à distância, na qual descreve a conduta esperada para estes casos. É possível ainda lançar mão de ferramentas tecnológicas, que podem ser utilizadas como apoio e são fundamentais para a gestão do home office.

Uma ferramenta de mensagens instantâneas é fundamental para estes casos. “Estas permitem a comunicação rápida para verificar se a pessoa está on line”, afirma Vianna. Ela é indispensável também na hora de tirar pequenas dúvidas com o funcionário ou ainda delegar tarefas que não exijam muitas explicações. No entanto, o bom senso também cabe aqui. Não vale chamar o colaborador a todo o tempo para mensagens que podem ser centralizadas em um e-mail, por exemplo. Isso atrapalha a produtividade e, no geral, não ajuda a resolver os problemas com eficiência.

A webcam é outra aliada na gestão à distância. “Esta ferramenta auxilia as reuniões, utilizando recursos de vídeo”, aponta Vianna, que ressalta que este recurso só é possível ser utilizado quando os envolvidos têm acesso a internet rápida e estável. Um acordo para que isso seja possível deve ser estabelecido entre as partes, apontando quem será responsável pelo custo deste recurso e em quais termos.

“É possível ainda utilizar uma ferramenta de clima para medir e avaliar o desempenho deste profissional que atua à distância”, aconselha. Por meio destas será possível conferir a nível de satisfação da empresa e do profissional e se o trabalho home office funciona para ambas as partes e ajustar possíveis problemas.

No entanto, Vianna aponta como primordial uma boa contratação, uma vez que esse tipo de trabalho exige maturidade profissional. “Funcionários com o comportamento ‘folgado’ apresentam a mesma característica já no trabalho presencial. Portanto, como entendo que o mesmo não deveria ser indicado para essa modalidade”, finaliza o Diretor.



Envie seu comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Ticket e Gestão. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.




Contador de páginas