Preparando-se para feiras e eventos

24/02/15 08:30
 
Imprimir esta pagina
Texto 
Preparando-se para feiras e eventos

Atualizar-se com as tendências do mercado. Inspirar-se em profissionais conceituados. Não importa o motivo, ir para uma feira de negócios é uma estratégia essencial para as empresas e empreendedores se desenvolverem. Entretanto, é preciso planejar com antecedência e se preparar para frequentar estes eventos de maneira produtiva. 

De acordo com a pesquisa “Estudo Brasil: país das Feiras”, da Ubrafe, o Brasil realiza 2222 Feiras de Negócios por ano em todo o território nacional. Ainda de acordo com o estudo, 48% delas estão concentradas na região Sudeste do Brasil, com 1074 Feiras de Negócios. Em segundo lugar permanece a região Sul com 30,6%, com 676 Feiras de Negócios. Em terceiro lugar, a Região Nordeste com 10,4% em quarto a Região Centro-Oeste registra 6,8% e por fim, a Região Norte com 3,9%. 

Segundo o presidente executivo da Ubrafe, Armando Arruda Pereira de Campos Mello, os argumentos são mais que suficientes para justificar a participação em feiras e adquirem ainda uma importância maior em tempos de incertezas econômicas. 

“Nestes momentos é bom ter argumentos para garantir a continuidade de participação da sua marca nos principais eventos. Afinal, como dizia Charles Darwin, ‘não são as mais fortes e nem mais inteligentes que sobrevivem; são as que se adaptam as mudanças’”, afirma Mello. 

Quem frequenta a feira como expositor, precisa ter em mente que é necessário vender produtos e serviços usando ferramentas de mídia presencial, pois os clientes precisam ver o que está sendo apresentado. 

Inovar e mostrar novidades também são atitudes bem-vindas, que requerem planejamento pré-evento. O foco em pouco tempo é essencial, pois no período de três a quatro dias, é possível encontrar compradores e fechar contratos. 

Mello reitera ainda que outros preparos para um evento de negócios podem fazer a diferença, como realizar pesquisas de mercado, criar leads para revendedores e representantes, além de reforçar a imagem da marca. 

Conhecer as novas tendências do setor, fechar parcerias estratégicas, reforçar plano de marketing... tudo tem de ser pensado previamente para integrar uma feira de negócios, mas os benefícios acabam compensando o trabalho”, conclui o presidente da Ubrafe.



Envie seu comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Ticket e Gestão. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros.




Contador de páginas